Newsletter

Literatura de Cordel

Elislene (Sorriso/MT)

Valorizar a cultura brasileira, fomentar o gosto pela leitura, despertar o senso crítico do aluno e abordar gêneros textuais e variantes linguísticas regionais. Estes foram os objetivos conquistados no projeto “Literatura de Cordel”, desenvolvido pela educadora Elislene Mendes, da Escola Municipal Gente Sabida, em Sorriso/MT. 
Licenciada em Pedagogia, é também especialista em Neuroeducação e mestranda em Ciências da Educação. Atualmente é funcionária pública da Prefeitura de Sorriso/MT, e atua como Educadora no Atendimento Educacional Especializado - AEE e Ensino Fundamental.


"Primeiramente, fizemos uma pesquisa sobre a origem do Cordel e dos principais cordelistas brasileiros no Laboratório de Informática e Biblioteca."
"Os alunos foram estimulados a ler, compor, conhecer rimas, os tipos de versos, assim como estudar e criar a própria xilogravura."
"Produziram folhetos que remetem a ideia da literatura de cordel expostos em varais, como era o costume no Nordeste, mas com uma roupagem moderna, em 3D, utilizando os recursos CIS para auxiliar na produção."

"Como culminância do Projeto Literatura de Cordel, foi realizada uma Dramatização de um Cordel: 'A Árvore do Dinheiro'"
"Acredito que as poesias que surgem do nordeste brasileiro possuem conteúdo interessante para ensinar em sala de aula, porque retrata não apenas a visão do local, como também da autêntica cultura brasileira."
"Desenvolvemos um projeto interdisciplinar que contemplou os diversos eixos de conteúdo por meio de aulas dinâmicas, ao ar livre, com jogos, brincadeiras e contação de histórias."

O projeto teve a participação de 30 crianças com idades entre 9 e 10 anos.
"Tentou-se aprimorar e fomentar o gosto pela leitura, desprendida da obrigatoriedade padrão, da codificação e decodificação propriamente dita."
"A assimilação de maneira lúdica se torna motivadora."




Comércio e importação de materiais escolares e de escritório.